trabalho de parto

Sinais do trabalho de parto: como identificar?

Dr. Carlos Miner Navarro, do Grupo Nascer, de Curitiba, fala sobre como identificar os sinais do trabalho de parto. Confira.

 

1. Como identificar os sinais do trabalho de parto?

Muitas vezes as mulheres têm dúvidas sobre como elas vão reconhecer se elas estão ou não entrando em trabalho de parto. Normalmente, o início do trabalho de parto acontece de duas formas:

  • Início do trabalho de parto com contrações

A mulher começa a ter contrações regulares, fortes, diferentes daquelas  que ela tinha durante a gravidez, que eram chamadas de contrações de treinamento.

  • Rotura da bolsa

Quando acontece o rompimento da bolsa de águas ou bolsa amniótica

 

2.Como é mais comum do trabalho de parto começar?

Ao contrário do que muita gente pensa, a maioria das mulheres entra em trabalho de parto sem ter rompido a bolsa. Apenas 20% das vezes o trabalho de parto começa pelo rompimento. Em 80% dos casos, a mulher entra em trabalho de parto com contrações e o rompimento da bolsa acontece ao longo da evolução do trabalho de parto.

 

3.Minha bolsa rompeu. Em quanto tempo entrarei em trabalho de parto?

Normalmente, a gestante entra em trabalho de parto, com contrações efetivas, de 6 a 8 horas após o rompimento da bolsa.

 

4.Como eu identifico as contrações do trabalho de parto?

Quando o trabalho de parto começa com contrações, essas contrações vão pegando ritmo ao longo do tempo. Pode começar, por exemplo, a cada 30 minutos, depois a cada 20 minutos. Pode ter alguma irregularidade e até parar por algumas horas e, depois, começar de novo. Até que, em algum momento elas adquirem ritmo e ficam com intervalos a cada cinco minutos, depois quatro, três…

Em geral, quando a gestante está com contrações regulares, durante 50 ou 60 segundos, a cada 3 ou 4 minutos, ela está na fase ativa do trabalho de parto do período de dilatação. É neste momento que a gente reconhece que a gestante realmente está em trabalho de parto. Neste momento é muito comum que ela já esteja com alguma dilatação: três, quatro centímetros ou mais.

 

Acompanhe o Dr. Carlos Miner Navarro na Internet: 

http://www.drcarlosminer.com.br/

 https://www.facebook.com/Dr.CarlosMinerNavarro/

Intagram: @dr.carlosminer

*Imagem em destaque: Luciana Zenti | Nascer em Foco.

Grupo Nascer

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *