Cesárea Humanizada

Sim, cesárea humanizada existe!

Pamela Moro Novak é a prova de que cesárea humanizada existe. Ela sempre quis que a filha nascesse num lindo parto normal, mas a vida lhe trouxe surpresas e uma uma cesariana bem indicada precisou ser feita. Conheça a história desta paciente que foi acompanhada pela Dra. Juliana Chalupe Amado.

A doce e longa espera pela gravidez

Precisei por quase 2 anos estimular a gravidez. Não tínhamos problemas, porém era difícil de engravidar. Então, fizemos estimulação com hormônios e ecografias para controlar os óvulos e tentar a gravidez naturalmente. Até que a Flavinha foi concebida em dezembro de 2013.

A gestação da Flavinha foi muito tranquila, não tive enjoos, pressão alta ou qualquer outro problema…. Ganhei somente 3 kg a gestação toda…lembro até hoje que a Dra. Juliana falava: “menina que não ganha peso kkkk, como isso?”. Sempre fui às consultas e estava tudo bem comigo e com a Flavinha. Conversávamos muito e a Dra. Juliana sempre me deixou à vontade em relação ao parto. Sempre quis parto normal: primeiro porque todos diziam que a recuperação era melhor; segundo porque havia lido muitos relatos do quanto a cesariana poderia representar um risco. Morria de medo de cesárea, principalmente por conta da anestesia.

 

Cesárea Humanizada 

 

Esperamos tanto… e ela teve pressa! Chegou às 33 semanas.

A Flavinha era esperada lá pelo dia 19/09/2014, mas em pleno Dia dos Pais, 10/08/2014, ela decidiu chegar. Estava apenas com 33 semanas. Era 1h30 da manhã quando minha bolsa estourou. Sem dores. Ela estava chegando prematuramente. Na noite anterior lembro de estar incomodada, sem ter posições confortáveis. Na mesma hora entrei em contato com a dra Juliana, que me orientou para ir ao hospital para nos encontrarmos. Estávamos muito nervosos com a possibilidade do nascimento prematuro.

Chegando ao hospital Santa Cruz já tivemos os primeiros atendimentos até a doutora chegar. Ficamos em observação até umas 4h30, sempre controlando tudo. Eu não tinha dilatação nenhuma e nenhum outro sintoma para o parto normal. O único sentimento que eu tinha era a preocupação em relação a minha filha estar vindo ao mundo fora do tempo previsto. Até que os batimentos cardíacos da Flavinha começaram a sofrer oscilações e o coração começou a precisar de estímulos.

O melhor para nossa filha, sempre!

Conversamos e decidimos juntas que faríamos o melhor para ela. Além do coraçãozinho, uma outra preocupação era sobre o motivo pelo qual ela estava querendo vir antes.

Dra Juliana deu suporte até para o meu marido que, de tão preocupado, teve alteração na pressão arterial. Até dele ela cuidou! Dra. Juliana é o amor em pessoa.

Quando entrei no centro cirúrgico comecei a ter leves contrações, tanto que esperei entre uma e outra para tomar a tão temida anestesia e, acreditem, não senti nada, absolutamente nada.  Já estávamos decididas não aguardaríamos o parto normal. Fizemos cesariana. Flavinha estava em posição cefálica e a cirurgia foi muito rápida, tranquila e mágica, o momento mais lindo da minha vida.

Às 5h38 Flavinha nasceu, com 45 cm e 2640 kg, sem nenhum problema de saúde, graças a Deus! Meu marido, após passado o nervosismo, estava lá, assistindo ao parto ao meu lado.

Flavinha ficou somente 6 horas na incubadora para controlar a respiração. Dr. Eduardo Gubert, um amor de pediatra, explicou ao meu marido tudo sobre os procedimentos e os cuidados com nossa filha. Saímos juntas do hospital após 2 dias.

 

Recuperação pós cesárea

Minha recuperação foi ótima! Por incrível que pareça ganhei apenas 3 quilos em toda a gravidez e, em poucos dias, já havia perdido 4! As pessoas tinham que me lembrar que eu tinha feito cesárea. Meu leite desceu logo, dei de mamar tranquilamente, sem dores ou problemas. Flavinha é uma menina linda, esperta e precoce em tudo kkk. Amei a experiência. Nossos planos muitas vezes não são os planos dos nossos filhos. Claro que a recuperação vai de pessoa para pessoa. Meu marido brinca que parece que eu entrei em uma loja, comprei um bebê e saí. Após a retirada de pontos fui para o shopping passear com minha princesa.

Se eu engravidar novamente, não pensarei duas vezes em ter novamente o acompanhamento da Dra. Juliana. Médica atenciosa, carinhosa, com um coração enorme, paciência extrema e que oferece todo o cuidado necessário durante a gravidez. <3

 

 Cesárea Humanizada

 

Grupo Nascer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *