hipertensão

Hipertensão arterial na gravidez: uma das maiores causas de mortalidade materna

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

As Síndromes Hipertensivas intercorrentes na gravidez constituem um dos capítulos mais relevantes dentro da obstetrícia, pois é uma das maiores causas de mortalidade materna e perinatal no Brasil. Embora ainda se afirme que há subestimação das estatísticas, a sua incidência calculada para o nosso país é de 1,5% para a pré-eclâmpsia (PE) e 0,5 % para a eclâmpsia. Ela se reveste de grande importância do ponto de vista médico, pois além das altas taxas de mortalidade, pode levar a limitações definitivas na saúde materna e a graves consequências ao feto e recém-nascido, sendo a maior causa de prematuridade no Brasil.

As síndromes hipertensivas intercorrentes na gestação, em especial a pré-eclâmpsia (PE), acarretam risco real e impacto significativo nos indicadores relacionados à saúde materna e infantil. Além de constituir fator causal relativo às mortes maternas e perinatais, implica em limitações definitivas na saúde materna e graves problemas decorrentes da prematuridade iatrogênica associada.

Não existem informações precisas sobre a incidência de pré-eclâmpsia em todo o mundo, porém estima-se que ocorra entre 3,0% e 5,0% das gestações.

Um estudo brasileiro¹ registra que nas áreas mais desenvolvidas a prevalência de eclâmpsia foi estimada em 0,2%, com índice de morte materna de 0,8%, enquanto que em regiões menos favorecidas esta prevalência se eleva para 8,1% com razão de morte materna correspondente a 22,0%.

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Complicações graves da pré-eclâmpsia

Classificação

Existem várias classificações descritas para os distúrbios hipertensivos na gravidez. Em 2013, a International Society for the Study in Hypertension and Pregnancy (ISSHP) revisou a classificação dos distúrbios hipertensivos na gestação:

Hipertensão arterial crônica

Hipertensão arterial crônica na gravidez é a ocorrência de hipertensão precedendo a gestação. Na maioria dos casos a hipertensão crônica refere-se à hipertensão essencial, em geral associada à história familiar de hipertensão e frequentemente acompanhada de sobrepeso ou obesidade. Mais raramente pode haver hipertensão secundária. Pela faixa etária das gestantes, a hipertensão secundária, quando presente, em geral se deve à doença renal parenquimatosa subjacente, tais como glomerulonefrite e ou nefropatia de refluxo.

Hipertensão gestacional

É a hipertensão arterial que surge pela primeira vez após a 20ª semana da gestação, sem estar acompanhada de nenhum sinal, sintoma ou alteração laboratorial que caracterize a pré-eclâmpsia.

Hipertensão do avental branco

Cerca de 25% das pessoas que apresentam medidas aumentadas de PA no consultório têm hipertensão do avental branco. O diagnóstico pode ser confirmado por medidas seriadas (preferentemente feitas por enfermeiras) ou por monitorização ambulatorial da PA (MAPA).

Prevenção

São considerados efetivos e recomendáveis, na prática clínica, apenas o uso de cálcio e aspirina em baixa dose. Apenas o médico Obstetra é capaz de diagnosticar e receitar os medicamentos e as doses corretas para contornar o problema.

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Você é gestante? Converse com seu médico sobre o assunto!

Você é médico? Acesse o artigo completo da Febrasgo aqui.

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

1 – Giordano JC, Parpinelli MA, Cecatti JG, Haddad SM, Costa ML, Surita FG, Pinto E Silva JL, Sousa MH. The burden of eclampsia: results from a multicenter study on surveillance of severe maternal morbidity in Brazil. PLoS One. 2014; 9(5):e97401.

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Grupo Nascer

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Hipertensão  pressão alta grupo nascer parto humanizado curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *